terça-feira, 28 de outubro de 2008

- Foda, tá rolando maior pressão.
- Normal... Pela idade e pelo tempo que vocês estão juntos. Ela te mandou um dá ou desce?
- Nada tão radical, mas ela faz insinuações direto, e não é só ela, sabe aquelas piadinhas em almoço de família?
- Hahahahaha, Tá fudido. Mas falando sério, qual é o problema? Vocês já moram praticamente juntos, Ela é gente boa pra caramba, é só oficializar a parada.
- Porra, e justamente isso que assusta, sei lá. Não sei explicar deve ser o “ate que a morte os separe” ou o fato de assinar um compromisso. Tá funcionando bem assim, tenho medo de depois as coisas mudarem e acabar não dando certo.
- “Até que a morte os separe” é papo furado. Mas cara, é tudo burocracia, mas as pessoas ligam pra essa merda, não custa nada assinar a porra do papel, é se puder fazer festinha a galera agradece.
- Eu sei, mas tenho medo das coisas mudarem.
- O que pode mudar? Acha que depois que colocar a liança no dedo ela vai virar uma megera? Ter medo é normal, mas não dá para deixar de fazer as coisas por conta disso. Lembra quando montaram um Bungee Jump na praia? Todo mundo falou que ia pular, mas quando chega lá em cima da plataforma dava um cagaço ferrado, mas já estava lá e não dava pra voltar sem ser muito zoado, mesmo com medo todo mundo pulou.
É assim que funciona, você confia no equipamento sabe que vai dar certo, mas sempre existe a possibilidade da corda elástica arrebentar e você se estatelar lá em baixo. Mas se ficar com medo e não pular, vai deixar de viver a experiencia. Existe a possibilidade do casamento não dar certo, mas você vai ter que arriscar.
- Caraca! Você e suas metáforas, tá parecendo até o presidente.
- Ainda não estou tão bêbado.
- Hahahaha, mas seu português é tão ruim quanto o dele... E quer saber? Você tem razão, vou pular e que se foda.
- Faz muito bem.
- Mas você vai ter que ser o padrinho.
- Se a Tininha concordar será uma honra, só não conte comigo para comprar uma geladeira de presente.

7 comentários:

paula barros disse...

Estou rindo. É bom ler o que você escreve. Me perco imaginando a cena.

abraços

Luciana disse...

Tá difícil mesmo!Sabe um filme que tem um morto q o povo leva pra tudo quanto é lado?Então,ta mais ou menos assim!rs
Bjo meu lindo!

Luciana disse...

Decisões...
Cara,não é fácil não.Eu tô lascada assim tbm!Coisas tão importantes pra eu decidir.Ir em frente ou...?
Não sei mesmo!!!!

Sara Modenesi disse...

Aproveita que agora, transar é lei para casados. Brincadeira, um relacionamento não é feito só disso. Então, se você ama...

Gostei daqui.
Beijos.

Sunflower disse...

acho que eu só dava certo casar assim, que nem pular de bungee jump.
Quer casar?
Agora.


Senão, se for ficar planejando cerimônia, ia me dar um nervoso e uma ansiedade do caramba. Ia ser que nem quando o jacaré tentou colocar o pica-pau na panela.

beijas

Quase Trinta disse...

Eu sempre fico paralisada em frente a decisões importantes como essa..........rs
boa sorte pra ti..
Li o diálogo imaginando a cena

Heber disse...

a cena realmente, parece hilária, mas engolindos seco. Pelo Bungee Jump não, cláro.

Mas a opinião da sun flower é uma boa idéia para a continuação, hãn?