sexta-feira, 3 de outubro de 2008

sexta-feira das lamentações

Numa Sexta-feira não queria nada demais da vida,
Só queria acordar tarde
Ler o jornal e falar mal dos jornalistas sem me comprometer
Queria caçoar a ingenuidade alheia, me sentindo o mais sábio de todos.
Mais tarde ficar bêbado e perturbar alguem com cantadas baratas.
Infelizmente nada disso será possível. Malditas responsabilidades.
Feliz é quem pode ser tolo, leviano e irresponsável o tempo todo.
Aproveitem, porque isso acaba.


***Editado***

Eu me lamentando e o Kelly Slater, aos 36 anos ganhando o 9º título mndial... Esse careca é sinistro! Esse cara tira onda com a molecada.

7 comentários:

Sunflower disse...

vc disse que a gente tinha mais ou menos a mesma idade, mas estou vendo que você é sexagenário reclamão!

Brincadeira.

Tb tô na mesma, e tem finais de semana que estou tão cansada que adouro ficar em casa e ver filmes, acredita? Eu qdo era estudante e -mais- pobre, saia de casa quase todos os dias da semana.

E bêbada? nem lembro qdo foi a última vez que fiquei, pq tem quase um ano que eu não coloco alcool na boca pq eu odeio a tal da ressaca.

E beijar sem conhecer? A cada ano que passa fico um pouquinho mais hicondriaca. Imagino os germes que o umzinhoqualquer deve ter.

Qdo eu for chancele vou estabelecer tudo o caos como lei. PRA SEMPRE.

Beijas

Quase Trinta disse...

Ai, ai, ai, como eu queria tudo isso tb, como é dificil ser gente grande..rs

Sunflower disse...

Tá vendo, vc tem a chance de poder querer ir mesmo que se dane no outro dia. Aqui em fortaleza o Bloc Party não passa, então eu nem posso me dar o luxo de querer ser irresponsável.

Isso não é uma maneira obscura de ser Polliana. É ser ranzinza mesmo, ao invés de ser nhenhenhé.

paula barros disse...

rsrsrs eu também queria...
seria tão bom, não é mesmo?

bom final de semana, faça pelo menos algo diferente para nos contar na segunda. Já que não pode andar nu na rua (rsrs pensei nisso veja mesmo), tome banho de roupa. (acho que sou eu que estou com vontade de fazer rsrsr)

Desculpa aí, quando vejo alguém querendo fazer uma coisas diferente me dá vontade também.

abraços

Vanessa disse...

Pois é, bom é viver sem responsabilidades!
Saudades da época da escola!

beijos e boa semana!

Sunflower disse...

Tiozão,

ainda não escrevi sobre Dogville, apesar de ter o filme, tb tenho Manderley.

Acho que eu sou desses chatas de cinema que vc citou em algum comentário pra mim. Uma "cinéfilo mala". Mas não, não é o único assunto que sei falar, nem vou subjugar os outros pelo que assistem. Até pq eu me amarro em umas thrasheiras.

Então, cinema. Gosto do lance. Mesmo. Gosto de estética em geral, por isso me formei em publicidade (não tinha cinema aqui), não exerço, ainda tenho um lance chamado alma e não posso falar pra alguém que eles são aquilo que compram se eu não acredito nisso. Como o meu dom musical é apreciar, nunca me meti em ser música (sorte de vcs). Agora penso que deveria ter feito Estilismo e Moda, ou decorar ambientes, pq não deixar o mundo mais bonito?

Amo cinema por vários motivos, aqui vão alguns: estou sempre muito plugada, e são duas horas que me deixam quietinha (odeio TV), diálogos, trilhas sonoras (NADA DE MUSICAIS), e ver a vida de um outro alguem estando distante. Adoro ver essas coisas que nunca fiz e, talvez nunca vá fazer, como, drogas(Trainspotting é um dos favoritos), brigas, prostituição, máfia... não suporto comédia romântica. E pq a minha memória emocional é igual tende a zero, compro filmes pq posso ve-los e reve-los pra sempre.

E o mais importante de tudo, gosto da estética (como vc citou as cores do filme) pq eu levo essas superficialidades muito a sério.

Qto a se indentificar com um personagem em uma época e outro em outra época, tenho muito muito que falar, mas fica pra próxima que eu já falei muito por demais a conta.

Viu como é legal filme, eu fico quietinha.

beijas

ZEPOVO disse...

"Feliz é quem pode ser tolo, leviano e irresponsável o tempo todo"
Me parece uma ótima filosofia de vida!